As guerras filhadaputânicas (alerta de linguajar inadequado)

As putas que me perdoem, mas é somente uma força de expressão que provavelmente vem da ideia de não ter tido um pai conhecido ou presente. Mas, com tanto filho da puta espalhado pelo mundo, talvez não ter um pai já tenha virado uma espécie de benefício, afinal, vai que ele também seja um daqueles que acreditam poder descontar o ódio em sua mãe ou em outras pessoas. Pior ainda seria um que te apresente a arte da filhadaputagem, com ensinamentos muito úteis a um verdadeiro filho da puta, como tentar obter vantagens em todas as situações em detrimento do bem estar ou direitos alheios.

Os filhos das putas estão em guerra! Mas isso não é um sinal de possível alívio futuro, afinal, quem luta nas batalhas de um filho da puta nunca é o próprio, pois ele não passa de um filho da puta… sobra para quem tenta não ser. E é aí que as coisas começam a ficar complicadas, pois, ao tentar se livrar de um filho da puta você se vê em meio a uma guerra… rodeado por personalidades quase idênticas e que se esforçam continuamente para que se tornem os mestres da filhadaputagem.

E eles se espalham… cada vez mais. Todo filho da puta parece ter a missão de aliciar aqueles que podemos chamar de fetos. Mas que não! Não são “fetos das putas”! Não vou continuar massacrando as mulheres da vida com a ideia de que seus filhos não prestam. São “fetos da sociedade filhadaputeada”, crianças que nascem e crescem sem conhecer outro modo de viver além da filhadaputagem aplicada que, enquanto ainda não são iniciados na arte, apenas conseguem sofrer tentando se enquadrar numa sociedade distópica, acatando ordens e exigências dos já iniciados.

Não existe mundo além de alguns metros do umbigo de um filho da puta. Então eles se multiplicam rapidamente para cobrir áreas maiores. Se você anda com um filho da puta, você certamente será filhadaputeado. Mas se você não anda, você ainda será filhadaputeado por tabela. Não há fuga! Eles estão por todos os lados! Mas talvez um filho da puta goste de você e te inicie na arte, assim você poderá viver feliz com a sensação de ser intocável, pois também terá se tornado um filho da puta.

Mas, como eu disse, eles estão em guerra. Porém, nada fora do previsto. É resultado da superpopulação de filhos das putas, uma massa crítica da filhadaputagem que inicia uma reação em cadeia toda vez que um filho da puta tenta filhadaputear outro filho da puta. Acontece com mais frequência ao passo que as guerras da filhadaputagem acabam filhadaputeando por tabela pessoas que estão apenas tentando viver suas vidas, mas que tambem precisam se tornar filhos das putas para que se defendam. E então surge o fenômeno dos filhos das putas auto-iniciados, talvez os mais perigosos, pois um filho da puta tentando sobreviver irá utilizar todos os métodos que a arte dos filhos das putas mestrados já descartou devido ao alto poder de gerar muita merda e pouco benefício próprio. Para piorar, nenhum filho da puta limpa a merda que faz… deixa tudo lá, fedendo… no máximo diz que não deu certo. Se feder demais, porém, o filho da puta deslocará a culpa para um terceiro que, caso não seja um semelhante e não dê uma resposta a altura esperada por um filho da puta, será filhadaputeado até que resolva se auto-iniciar para assim poder se defender e continuar o ciclo da ampla filhadaputagem.

Por outro lado, é, também, um jogo. O filho da puta bem desenvolvido é capaz de usar a própria merda amontoada para brincar de rei da montanha. E eles disputam. Todo bom filho da puta sabe produzir merda suficiente para ir cada vez mais alto. Muitos já chegaram a presidência.

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s