O egresso da caligem

Não é novidade que ao longo de muitos anos sofri, nem sempre calado, com uma depressão que lentamente desfeava minha personalidade e me tolhia atitudes quaisquer não relacionadas a composição de fragmentos textuais obscuros e confusos.

Nunca me senti suficientemente confortável com a ideia de ingestão de sujidades medicamentosas a desvanecer partes, embora pestilentas, de minha personalidade, pois trata-se de minha “caixa de ferramentas”… minha identidade. Mas, assim como toda vida finda, o mal também desvanece. E como é maravilhosa a vontade de chorar causada por uma percepção de vontade.

Sim! Vontade! A brevemente escassa e longamente minguada vontade qualquer de se fazer coisa qualquer num instante qualquer. Devo confessar que chorei ao me sentir abrindo uma janela para que o brilho de um dia ensolarado entrasse em minha fortaleza.

A escuridão agora está na memória, guardada para ser consultada sem que me embargue a razão.

Não se trata de sentir-se feliz. Trata-se de não sentir somente medo, vergonha, raiva e confusão. Trata-se de acordar e levantar da cama, de voltar a apreciar os próprios gostos, de permitir-se instantes de genuína alegria sem a sabotagem da razão adoecida. Trata-se de sentir-se plenamente humano novamente, iluminado como todos devem ser.

Quero xingar o mau agouro, esbofetear a inanição e sei que agora posso fazê-los com um sorriso estampado no rosto e uma calma que me oferta a própria vida. Quero viver novamente! O egresso da caligem é a revinda do regojizo!

E longe do entorpecimento resultante dos fármacos, poderosos e devastadores, retomo meu ser com a alegria que me faltava. Meu dia brilhou porque o fiz brilhar. O Sol retorna ao Leste.

Padrão

Um comentário sobre “O egresso da caligem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s