Reciprocidade

Hoje acabei publicando um post que teve um efeito estranho… inesperado, para ser sincero. Confesso que, novamente, lágrimas (ou suor másculo proveniente dos olhos) surgiram. E não foi a toa.

Não citarei nomes, pois não pretendo expor pessoas e também não pedi autorizações para isso, mas todas as pessoas que de alguma forma se manifestaram são, incrivelmente, as mesmas pelas quais tenho a mais profunda consideração. Embora a maioria delas sejam pessoas com as quais não cresci, são grandes amigos que tive o prazer de conhecer ao longo dessa vida.

Queria poder expressar minha extrema gratidão por essas amizades a altura de seus atos e palavras, mas sinto que a elas agora devo uma vida. E como se paga uma vida? Não tem como. Mas quero ter a certeza de que essas pessoas se lembrem de me procurar quando precisarem, pois estarei aqui, disponível e de braços abertos.

Amigos, ficam aqui os meus mais sinceros agradecimentos. Queria que fosse possível expressar em palavras o que sinto agora, queria mesmo, mas não as encontro. Apenas espero que em breve possamos novamente estar juntos enquanto despreocupadamente jogamos conversa fora. Farei questão de ofertar a cerveja ou a comida.

Sintam-se abraçados, e, embora deseje que jamais aconteça, farei o mesmo por cada um de vocês quando for preciso.

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s